PSICOSES

“Após o acontecimento que provocou a psicose, ou seja, um assassinato dentro da família, em cada geração posterior algum membro tem que se tomar psicótico. Ele assume esse destino no lugar dos outros. A partir do momento em que um membro da família assume isso e se torna psicótico, os outros ficam aliviados. Por esse motivo têm medo de que o membro familiar psicótico seja curado e unem-se secretamente, contra a cura de sua psicose. Pois nesse caso, talvez um outro membro familiar precise se tornar psicótico. Podemos observar esse medo principalmente no pai ou na mãe. O membro da família que assume este destino mostra o amor maior, porém, de forma secreta.” Bert Hellinger